quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Gameweek 1... e um pequeno adeus a todos. Obrigado.



Aí está o regresso da liga mais ambicionada do mundo. Acabou por ser uma jornada com resultados para todos os gostos e até teve o particular interesse do Campeão Europeu, Chelsea, jogar por duas vezes. E foi aproveitando esse mesmo facto que Ivanovic conseguiu ser o jogador mais pontuado da jornada marcando por uma vez em cada um dos jogos e somando, só à sua conta, 24 pontos.
De facto, o Chelsea entrou bem no campeonato e ocupa já a liderança mesmo apesar das dificuldades sentidas frente ao surpreendente Reading que parece merecer ser seguido com muita atenção.
O campeão Manchester City também sofreu para bater outro recém-promovido, neste caso o Southampton, mas conseguiu arrancar a vitória já no entardecer do jogo. Sorte diferente teve o Manchester United que baqueou em Liverpool frente ao Everton que conseguiu uma exibição de encher o olho e bateu os Red Devils por 1-0. Quanto ao Arsenal, parece que ainda não é este ano que vai lutar pelo título e o Liverpool, bem... Uma autêntica desilusão. O Tottenham de Villas-Boas também não deslumbrou. Resta salientar as valentes goleadas  por 5-0 de Fulham e Swansea, esta última mais surpreendente por ter sido alcançada fora de portas.
Quanto à nossa Rossas Premier League começou com boas prestações. O primeiro a merecer a honra de ocupar o lugar mais alto do pódio foi Bruno Martins fruto dos seus 89 pontos. Paulo Gomes ficou muito perto com 85 pontos e o último lugar do pódio é ocupado por Miguel Brandão embora já a uns consideráveis 12 pontos. O campeão da época transacta começou com o sexto melhor registo o que parece indicar que está aí para lutar pelo bi-campeonato, algo inédito desde a criação desta nossa liga.
É de salientar que todos os ex-campeões da Rossas Premier League (Luís Rocha "Letz", Bruno Antunes, Ayrton Antunes e Diogo Vieira) começaram esta temporada no top "ten". Parece que este será o campeonato mais disputado de todos os tempos. Será?
Quanto ao "I Know the Score" foram apenas oito os treinadores que aceitaram o desafio de prever resultados. Desses, o melhor nesta primeira jornada foi Paulo Jorge Brandão com 85 pontos. Aqui, o campeão em título, Bruno Brandão, ficou-se pela quinta posição. Foi a jornada que correu mal ou será uma estratégia para fazer a prova "de trás para a frente"? A ver vamos...
Um grande abraço e continuação de bons jogos.

Miguel Brandão

P.S. - Para os mais distraídos, este é já o post número 224 desde que decidi criar este blogue. Quando comecei a disponibilidade era outra. Agora, as forças começam a faltar. O entusiasmo e o gosto pela competição (e também pela escrita das análises) mantém-se elevado. No entanto, várias circunstâncias da vida levam a que o tempo para actualizar o blogue seja escasso. Assim sendo, a partir da próxima jornada será já outra pessoa a escrever neste blogue as análises a cada jornada. Como é óbvio continuarei sempre por cá e sempre que necessário farei uma ou outra publicação mas nunca com um compromisso semanal. Espero poder regressar com mais assiduidade quando os tempos assim o permitirem. Foi um prazer partilhar várias experiências convosco. Vamo-nos encontrando nos respectivos comentários e nas várias picardias que certamente aparecerão por aqui. Até lá os textos passarão a ter a assinatura do Bruno Antunes. Um enorme abraço a todos.

Enviar um comentário