sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Antevisão da GameWeek 05



Previsão:
AFC Bournemouth e Brighton & Hove Albion enfrentam‑se no Vitality Stadium, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos recentes é favorável à equipa da casa, que regista 2 vitórias e 2 empates nos últimos 4 jogos. O último confronto direto entre estas duas equipas, a 10‑04‑2015, terminou com a vitória do AFC Bournemouth por (0‑2). Neste encontro o fator casa poderá ter um papel importante, já que o AFC Bournemouth apresenta diferenças significativas nos resultados conquistados em casa e como visitante.

Análise do AFC Bournemouth

A equipa da casa está atualmente na 19ª posição, sem qualquer ponto conquistado, depois de 4 derrotas. No penúltimo jogo, perdeu em casa contra o Manchester City por (1‑2). No último, perdeu fora contra o Arsenal por (3‑0). Esta é uma equipa que curiosamente tem sido mais forte fora do que em casa, pois nos últimos 30 jogos regista 6 vitórias, 4 empates e 5 derrotas como visitante; contra 4 vitórias, 4 empates e 7 derrotas no seu estádio. Nos últimos 10 jogos disputados em casa para todas as competições, o AFC Bournemouth ganhou 4, empatou 2 e perdeu 4. 


Para esta competição, regista uma sequência de 4 derrotas nos últimos jogos. A equipa não tem estado muito forte defensivamente, pois sofreu sempre golos nos últimos 4 jogos, e o seu ataque necessita de melhorar, pois não conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição.



O Bournemouth tem feito um péssimo arranca de Premier League, já que perdeu os 4 jogos que disputou e necessita de começar a recuperar estes pontos para se afastar das últimas posições, e não se afastar tanto das equipas que estão fora da zona de despromoção. A equipa caracteriza-se por ter um ataque bastante ineficaz, visto que marcou 1 golo, o segundo pior da competição, enquanto a defesa também apresenta grandes fragilidades, tento sofrido 8 golos e é a segunda mais batida, evidenciando que necessita de melhor tanto no setor ofensivo como no defensivo para sair da situação incômoda na qual se encontra. A jogar em casa, tal como este jogo, o Bournemouth costuma encontrar grandes complexidades, tanto que venceu apenas 4 dos últimos 15 jogos em casa para várias competições e importa ressaltar que não sofreu golos em apenas 2 destes jogos, demostrando, mais uma vez, os problemas da sua defesa. No geral da competição, tendo em conta os 4 jogos que disputou, a equipa marcou o seu único golo na primeira parte, mais especificamente entre 0 e 15 minutos. 

Onze titular confirmado: A. Begović, S. Francis, A. Smith, N. Aké, C. Daniels, R. Fraser, M. Pugh, H. Arter, A. Surman, J. Defoe, J. King.

Treinador: E. Howe.

Análise do Brighton & Hove Albion

A equipa visitante está atualmente na 13ª posição, com 4 pontos conquistados, depois de 1 vitória, 1 empate e 2 derrotas. No penúltimo jogo, empatou fora contra o Watford por (0‑0). No último jogo, ganhou em casa contra o West Bromwich Albion por (3‑1). Esta é uma equipa pouco afetada pelo fator casa, isto é, apresenta resultados semelhantes em casa e fora, já que nos últimos 30 jogos regista 7 vitórias, 4 empates e 4 derrotas como visitante, com um total de 21 golos marcados e 12 sofridos; contra 10 vitórias, 1 empate e 4 derrotas no seu estádio, com um total de 27 golos marcados e 14 sofridos. Nos últimos 10 jogos como visitante o Brighton & Hove Albion ganhou 4, empatou 4 e perdeu 2. A equipa permitiu golos ao adversário em 3 dos últimos 4 jogos, pelo que não tem apresentado grande solidez defensiva, e o seu ataque necesita de melhorar, pois não conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Nos seus jogos fora há uma tendência para poucos golos, já que 17 dos seus últimos 28 jogos terminaram com Menos de 2,5 golos.


O Brighton & Hove Albion subiu para a elite do futebol inglês na última temporada e tem como grande objetivo a manutenção, porém, começou de forma discreta a competição com apenas 33% dos pontos disputados até aqui e procura desta forma pontuar fora de casa para se afastar das últimas posições. A equipa marcou apenas 3 golos, sendo o quinto pior ataque da competição, e sofreu 5 tentos, a oitava defesa mais batida e estes números deixam em calara que necessita de melhorar tanto no setor ofensivo como no defensivo, já que ambos tem atuado abaixo do esperado. A jogar fora de casa, como este jogo, o Brighton & Hove Albion costuma variar entre bons e maus resultados, tanto que nos últimos 19 jogos registou 7 vitórias, 5 empates e 7 derrotas, sendo importante frisar que marcou apenas 3 golos nos últimos 7 jogos como visitante para todas as competições. No geral, contando os jogos em casa e fora, o conjunto forasteiro costuma marcar mais vezes na segunda parte, já que seus 3 golos aconteceram neste intervalo de tempo, sobretudo entre os 45 e 60 minutos onde ocorreram 2 golos. 

Onze titular confirmado: M. Ryan, S. Duffy, L. Rosenior, L. Dunk, M. Suttner, P. Groß, A. Knockaert, S. March, D. Stephens, D. Pröpper, T. Hemed.

Treinador: C. Hughton.



Previsão:
Crystal Palace e Southampton enfrentam‑se no Selhurst Park, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos disputados neste estádio indica equilíbrio entre estas duas equipas, já que houve 2 vitórias para cada equipa nos últimos 4 jogos. Contudo, no último confronto neste estádio, num jogo para a Premier League, a 03‑12‑2016, o Crystal Palace venceu por (3‑0). Os golos do Crystal Palace foram marcados por C. Benteke (33' e 85' ) e J. Tomkins (36' ). Neste encontro o fator casa poderá ter um papel decisivo, pois o Southampton tem apresentado diferenças de rendimento nos seus jogos em casa e como visitante.

Análise do Crystal Palace

A equipa da casa está atualmente na 19ª posição, sem qualquer ponto conquistado, depois de 4 derrotas. No penúltimo jogo, perdeu em casa contra o Swansea City por (0‑2). No último, perdeu fora contra o Burnley por (1‑0). Esta é uma equipa pouco afetada pelo fator casa, isto é, apresenta resultados semelhantes em casa e fora, já que nos últimos 30 jogos regista 6 vitórias, 1 empate e 8 derrotas como visitante, com 15 golos marcados e 22 sofridos; contra 6 vitórias, 2 empates e 7 derrotas no seu estádio, com 16 golos marcados e 21 sofridos. Nos últimos 10 jogos em casa o Crystal Palace regista 4 vitórias, 2 empates e 4 derrotas. 


Para esta competição, regista uma sequência de 4 derrotas nos últimos jogos. A solidez defensiva não tem sido o seu ponto forte, já que sofreu pelo menos um golo em cada um dos últimos 4 jogos, e o seu ataque não tem estado muito concretizador, já que não marcou nenhum golo nos últimos 4 jogos para esta competição.



O Crystal Palace vem tendo um desempenho desastroso neste início de Campeonato Inglês, perdeu todos os seus jogos e precisa começar a apresentar um melhor futebol para tentar sair da zona de descida e vale ressaltar que o desempenho mau nas primeiras jornadas culminou na demissão do treinador Frank de Boer, substituído por Roy Rodgson. A equipa é o único da Premier League que ainda não marcou golos na competição, enquanto a defesa sofreu 7 golos e é a sexta mais batida, demonstrando que há muito trabalho a ser feito tanto no sistema ofensivo quanto no defensivo para tentar sair da incômoda situação na qual se encontra. Jogando em casa, como o jogo que fará neste sábado, o Crystal Palace costuma alternar bons e maus resultados, tanto que nos últimos 10 jogos em casa para todas as competições, acumula 5 vitórias, 1 empate e 4 derrotas e é importante destacar que em 8 destes 10 jogos, apenas uma equipa marcou golos. Para o confronto frente ao Southampton, o treinador recém-chegado Roy Rodgson deve contar com a volta do avansado Loftus-Cheek e do defesa James Tomkins que estavam lesionados.

Análise do Southampton

A equipa visitante está atualmente na 13ª posição, com 5 pontos conquistados, depois de 1 vitória, 2 empates e 1 derrota. No penúltimo jogo, empatou fora contra o Huddersfield Town por (0‑0). No último jogo, perdeu em casa contra o Watford por (0‑2). Esta é uma equipa que curiosamente apresenta resultados mais positivos fora do que em casa, já que nos últimos 30 jogos regista 6 vitórias, 4 empates e 5 derrotas como visitante, com um total de 23 golos marcados e 18 sofridos; contra 3 vitórias, 4 empates e 8 derrotas no seu estádio, com um total de 9 golos marcados e 25 sofridos. Nos últimos 10 jogos como visitante o Southampton ganhou 4, empatou 4 e perdeu 2. O seu ataque não tem estado muito concretizador, já que não marcou golos em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição.


O Southampton não vence há 2 jogos na Premier League e precisa reencontrar o caminho das vitórias para se afastar de vez da zona de descida e entrar na luta pelos lugares nas competições europeias da próxima temporada. A equipa se caracteriza por um ataque um tanto ineficiente que marcou apenas 3 golos e é o quinto pior da competição, enquanto a defesa sofreu 4 golos e é a sétima menos batida, demonstrando certo desequilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo, sendo necessário se ajustar no ataque para marcar golos com maior frequência. Jogando fora de casa, como o jogo que fará neste sábado, o Southampton costuma ser irregular e alterna muito de resultados, tanto que nos últimos 10 jogos oficias fora de casa conquistou 4 vitórias, 2 empates e 4 derrotas e vale ressaltar que marcou golos em 8 destes jogos. No geral da competição, levando em conta todos os 4 jogos que disputou, a equipa costuma ser mais eficiente ofensivamente na primeira parte, já que 2 dos seus 3 golos aconteceu na primeira parte, sendo 1 entre 0 e 15 minutos e 1 entre 30 e 45 minutos. Para o confronto com o Crystal Palace, o treinador Mauricio Pellegrino não tem problemas com lesões ou suspensões e vai a campo com força máxima.


Previsão:
Huddersfield Town e Leicester City enfrentam‑se no The John Smith's Stadium, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. Neste estádio, o historial de confrontos diretos é favorável à equipa visitante, que regista 2 vitórias e 1 empate nos últimos 3 jogos. Efetivamente, a última vez que se enfrentaram neste estádio foi a 26‑04‑2014, num jogo para a Championship, que acabou com a vitória do Leicester City por (0‑2). Os golos do encontro foram marcados por G. Taylor‑Fletcher (31' ) e W. Morgan (75' ) para o Leicester City. Neste encontro o fator casa poderá ter um papel importante, já que o Leicester City apresenta diferenças significativas nos resultados conquistados em casa e como visitante.

Análise do Huddersfield Town

A equipa da casa está atualmente na 6ª posição, com 7 pontos conquistados, depois de 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota. No penúltimo jogo, empatou em casa contra o Southampton por (0‑0). No último, perdeu fora contra o West Ham United por (2‑0). Esta é uma equipa que mantém o rendimento quando joga fora do seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 6 vitórias, 4 empates e 5 derrotas como visitante; contra 6 vitórias, 4 empates e 5 derrotas no seu estádio. Nos últimos 10 jogos em casa o Huddersfield Town regista 5 vitórias, 2 empates e 3 derrotas. A defesa tem estado em bom plano e apenas sofreu golos em 1 dos últimos 4 jogos para esta competição.


O Huddersfield entra neste encontro desmotivado depois de uma derrota forasteira, por 2-0, na deslocação ao terreno do West Ham. O conjunto da casa costuma atuar num 4-3-3, privilegiando as transições ofensivas e canalizando o seu ataque através dos corredores laterais. As duas setas apontadas à baliza do “inimigo” serão Kachunga e van La Parra, sendo que a referência mais ofensiva é Mounié. É possível que na zona mais central do terreno atuem Mooy, Ince e Billing. Uma das melhores valências do clube caseiro é a proteção de um resultado, quando se encontra em vantagem.

Análise do Leicester City

Depois de 1 vitória e 3 derrotas, a equipa visitante está na 17ª posição, tendo conquistado 3 pontos. No último jogo, perdeu com o Chelsea em casa por (1‑2), depois de no jogo anterior ter perdido fora, num jogo contra o Manchester United, por (2‑0). Esta é uma equipa afetada pelo fator casa, mais forte quando joga com o apoio dos seus adeptos, já que nos últimos 30 jogos regista 4 vitórias, 2 empates e 9 derrotas como visitante, com um total de 19 golos marcados e 24 sofridos; contra 8 vitórias, 4 empates e 3 derrotas no seu estádio, com um total de 25 golos marcados e 18 sofridos. Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o Leicester City ganhou 3, empatou 1 e perdeu 6. A equipa permitiu golos ao adversário em 3 dos últimos 4 jogos, pelo que não tem apresentado grande solidez defensiva, mas o seu ataque tem marcado com regularidade, já que conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Há 1 período em destaque nos últimos 4 encontros disputados como visitante para todas as competições: sofreu 4 dos seus 7 golos entre os minutos (76'‑90').


O Leicester entra nesta ronda desmotivado depois de um desaire caseiro, por 1-2, na receção ao Chelsea. O inglês Vardy é a principal referência de ataque dos forasteiros, sendo que a sua qualidade de desmarcação e finalização é invejável. Não será de estranhar que o Leicester opte por atuar com um desenho tático em 4-4-2, com o objetivo de canalizar o seu processo ofensivo através do corredor central. O treinador dos forasteiros deverá poder contar com todo o plantel para este embate.


Previsão:
Liverpool e Burnley enfrentam‑se no Anfield, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos recentes é favorável à equipa da casa, que regista 3 vitórias e 1 derrota nos últimos 4 jogos. O último confronto direto entre estas duas equipas, a 12‑03‑2017, terminou com a vitória do Liverpool por (2‑1).

Análise do Liverpool

Depois de 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota, a equipa da casa está na 8ª posição, tendo conquistado 7 pontos. No último jogo, perdeu com o Manchester City fora por (5‑0), depois de no jogo anterior ter ganho (4‑0) em casa, num jogo contra o Arsenal. No último jogo que disputou, para a UEFA Champions League, empatou com o Sevilla em casa por (2‑2). Nos últimos 10 jogos em casa o Liverpool regista 7 vitórias, 2 empates e 1 derrota. O seu ataque tem marcado regularmente, já que conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Em 15 jogos, sofreu o primeiro golo 6 vezes e apenas conseguiu 1 reviravolta.


O Liverpool vai fazer neste jogo o seu quadragésimo primeiro jogo no ano de 2017, que marca o seu quinto jogo nesta edição do Campeonato Inglês, tentando manter o bom desempenho que vem apresentando para emplacar a sua terceira vitória consecutiva em casa na competição e assim compensar os pontos que tem perdido fora de casa. A equipa vive um grande momento neste início de temporada, já que, considerando todas as competições que disputa e também amistosos, venceu dez dos últimos dezesseis jogos, sendo que em sete deles a defesa não sofreu nenhum golo. Na última jornada do campeonato nacional, fora de casa, a equipa teve apenas 34% de posse de bola, e finalizou muito pouco, saindo de lá goleada. Para este jogo, o treinador deve manter a equipa no 4-3-3, e não contará com o avansado Mané, que cumpre suspensão.

Análise do Burnley

A equipa visitante está atualmente na 7ª posição, com 7 pontos conquistados, depois de 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota. No penúltimo jogo, empatou fora contra o Tottenham Hotspur por (1‑1). No último jogo, ganhou em casa contra o Crystal Palace por (1‑0). Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o Burnley ganhou 6, empatou 2 e perdeu 2. A equipa permitiu golos ao adversário em 3 dos últimos 4 jogos, pelo que não tem apresentado grande solidez defensiva, mas o seu ataque tem marcado com regularidade, já que conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Há 1 período em destaque nos últimos 4 encontros disputados como visitante para todas as competições: marcou 3 dos seus 6 golos entre os minutos (31'‑45').


O Burnley entra em campo para o seu trigésimo quarto jogo neste ano, que marca a sua terceira exibição fora de casa nesta edição do Campeonato Inglês, tentando manter o bom desempenho que vem apresentando para arrancar um resultado razoável frente do Liverpool e permanecer invicto fora de casa na competição. A equipa vive um bom momento neste início de temporada, sendo que, levando em conta todas as competições que disputa e também amistosos, venceu sete dos últimos dez jogos, tendo deixado de marcar golos em apenas um deles. Na última jornada do campeonato nacional, em casa, a equipa teve apenas 35% de posse de bola, e finalizou apenas quatro vezes, enquanto o adversário finalizou vinte e três, porém foi mais eficiente e saiu com a vitória. Para este jogo, o treinador deve manter a equipa no 4-4-2 ou no 4-4-1-1, com destaque para Tarkowski no setor defensivo.


Previsão:
Newcastle United e Stoke City enfrentam‑se no St. James' Park, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos disputados neste estádio favorece a equipa da casa, que nos últimos 4 jogos ganhou 2 e empatou 2. Contudo, no último confronto neste estádio, para a Premier League, a 31‑10‑2015, o jogo acabou num empate por (0‑0).

Análise do Newcastle United

Depois de 2 vitórias e 2 derrotas, a equipa da casa está na 10ª posição, tendo conquistado 6 pontos. No último jogo, ganhou ao Swansea City fora por (0‑1), depois de no jogo anterior ter ganho (3‑0) em casa, num jogo contra o West Ham United. Nos últimos 10 jogos disputados em casa para todas as competições, o Newcastle United ganhou 6, empatou 1 e perdeu 3. Nos seus jogos em casa há uma tendência para haver golos, já que 23 dos seus últimos 27 jogos terminaram com Mais de 1,5 golos.


O Newcastle começou mal a Premier League, mas parece estar se recuperando e vem de 2 vitórias nos 2 últimos jogos e agora vai em busca dos 3 pontos frente dos seus adeptos para se aproximar dos primeiros posicionados da competição. A equipa marcou apenas 4 golos, sendo o sétimo pior ataque do nacional, e sofreu 3 golos, tendo a quarta defesa menos batida, demonstrando um certo desequilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo, sendo necessário se ajustar no ataque para marcar golos com maior frequência. Jogando em casa, como o jogo que fará neste sábado, o Newcastle costuma conquistar bons resultados, já que perdeu apenas 3 dos últimos 16 jogos no seu estádio e marcou golos em 15 destes jogos, embora valha ressaltar que a maioria destes jogos se deu contra equipas da segunda divisão e agora o desafio é bem maior na divisão de elite do futebol inglês. No geral da competição, levando em conta os jogos em casa e fora, a equipa costuma marcar mais vezes na segunda parte, já que 3 dos seus 4 golos aconteceu na segunda parte, principalmente nos 15 minutos finais onde ocorreu 2 golos.

Análise do Stoke City

Depois de 1 vitória, 2 empates e 1 derrota, a equipa visitante está na 12ª posição, tendo conquistado 5 pontos. No último jogo, empatou com o Manchester United em casa por (2‑2), depois de no jogo anterior ter empatado fora, num jogo contra o West Bromwich Albion, por (1‑1). Nos últimos 10 jogos como visitante o Stoke City ganhou 4, empatou 2 e perdeu 4. A solidez defensiva não tem sido o seu ponto forte, já que sofreu golos em 3 dos últimos 4 jogos, mas o seu ataque tem marcado com regularidade, já que marcou golos em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição.


O Stoke City vem de 3 jogos de invencibilidade no Campeonato Inglês, porém empatou os seus dois últimos jogos e agora vai em busca dos 3 pontos para voltar a subir na classificação. A equipa se caracteriza por um ataque apenas mediano que marcou 4 golos e é o sétimo pior da competição, enquanto a defesa sofreu 4 golos e é a sétima menos batida, evidenciando um certo desequilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo, sendo necessário se ajustar principalmente no ataque para marcar golos com maior frequência. Jogando fora de casa, como o jogo que fará neste sábado, o Stoke costuma encontrar grandes dificuldades, já que venceu apenas 1 dos últimos 10 jogos oficiais para todas as competições e vale ressaltar que em 8 destes jogos, ocorreu no máximo 2 golos no resultado. No geral da competição, contabilizando os 4 jogos que disputou até aqui, a equipa costuma ser mais eficiente ofensivamente na segunda parte, já que 3 dos seus 4 golos aconteceu na segunda parte.


Previsão:
Watford e Manchester City enfrentam‑se no Vicarage Road Stadium, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O registo de confrontos diretos recentes favorece a equipa visitante, que nos últimos 5 jogos ganhou 5. O anterior confronto direto entre estas duas equipas, a 21‑05‑2017, terminou com a vitória do Manchester City por (0‑5). É necessária atenção especial para a condição casa/fora, já que ambas as equipas apresentam resultados significativamente diferentes nos seus jogos em casa e fora.

Análise do Watford

Depois de 2 vitórias e 2 empates, a equipa da casa está na 4ª posição, tendo conquistado 8 pontos. No último jogo, ganhou ao Southampton fora por (0‑2), depois de no jogo anterior ter empatado (0‑0) em casa, num jogo contra o Brighton & Hove Albion. Esta é uma equipa mais forte quando joga no seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 4 vitórias, 2 empates e 9 derrotas como visitante; contra 6 vitórias, 5 empates e 4 derrotas no seu estádio. Nos últimos 10 jogos em casa o Watford regista 4 vitórias, 3 empates e 3 derrotas. 


Para esta competição, não perde há 4 jogos. A defesa tem estado em bom plano e apenas sofreu golos em 1 dos últimos 4 jogos, e o seu ataque tem marcado regularmente, já que conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Nos últimos 5 jogos em casa para todas as competições há 1 período que se destaca: sofreu 3 dos seus 6 golos entre os minutos (46'‑60').



O Watford vem tendo um ótimo e surpreendente desempenho neste início de Premier League, encontra-se entre os primeiros posicionados e ainda não perdeu na competição, buscando agora mais 3 pontos para tentar se aproximar dos líderes do nacional. A equipa marcou 7 golos, sendo o quinto melhor ataque da competição, e sofreu 3 golos, tendo a quarta defesa menos batida e estes números demonstram o bom equilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo. Jogando em casa, como o jogo que fará neste sábado, o Watford acumula 2 empates em 2 jogos, tendo médias de 1.50 golos marcados e 1.50 golos sofridos, evidenciando que é necessário ser mais sólido frente dos seus adeptos, já que as suas 2 vitórias ocorreram fora de casa. No geral da competição, levando em conta os jogos em casa e fora, a equipa costuma marcar mais vezes na segunda parte, já que 4 dos seus 7 golos aconteceu na segunda parte, sendo 2 entre 60 e 75 minutos e outros 2 entre 75 e 90 minutos.

Análise do Manchester City

Depois de 3 vitórias e 1 empate, a equipa visitante está na 2ª posição, tendo conquistado 10 pontos. No último jogo, ganhou ao Liverpool em casa por (5‑0), depois de no jogo anterior ter ganho fora, num jogo contra o AFC Bournemouth, por (1‑2). Esta é uma equipa mais forte quando joga no seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 7 vitórias, 4 empates e 4 derrotas como visitante; contra 11 vitórias e 4 empates no seu estádio. A equipa chega a este encontro depois de uma vitória fora com o Feyenoord por (0‑4). Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o Manchester City ganhou 5, empatou 1 e perdeu 4. O seu ataque tem marcado com grande regularidade, já que marcou sempre pelo menos um golo nos últimos 4 jogos para esta competição. Nos seus jogos fora há uma tendência para haver golos, já que 29 dos seus últimos 33 jogos terminaram com Mais de 1,5 golos. Em 15 jogos, sofreu o primeiro golo 5 vezes e apenas conseguiu 1 reviravolta.


O Manchester City vem fazendo um ótimo início de Campeonato Inglês, vem de uma grande goleada por 5 a 0 sobre o forte Liverpool e quer manter a boa fase para tentar ultrapassar o líder e maior rival Manchester United. A equipa marcou 10 golos, sendo o segundo melhor ataque da competição, e sofreu apenas 2, tendo a defesa menos batida, evidenciando o ótimo equilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo, algo característico das equipas de Pep Guardiola. Jogando fora de casa, como o jogo que fará neste sábado, o Manchester City fez 2 jogos na Premier League e venceu ambos, tendo médias de 2 golos marcados e apenas 0.50 golos sofridos e vale ressaltar que marcou golos nos últimos 11 jogos fora de casa para todas as competições. No geral do campeonato, contabilizando todos os 4 jogos que disputou, a equipa costuma ser mais eficiente ofensivamente na segunda parte, já que 8 dos seus 10 golos aconteceu na segunda parte, sobretudo nos 15 minutos finais onde ocorreu 5 golos.


Previsão:
West Bromwich Albion e West Ham United medem forças no The Hawthorns, num jogo para a 5ª jornada da Premier League. Neste estádio, o historial de confrontos diretos é favorável à equipa da casa, que regista 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas nos últimos 6 jogos. Efetivamente, a última vez que se enfrentaram neste estádio foi a 17‑09‑2016, num jogo para a Premier League, que acabou com a vitória do West Bromwich Albion por (4‑2). Os golos do encontro foram marcados por N. Chadli (8' e 56' ), S. Rondón (37' ) e J. McClean (44' ) para o West Bromwich Albion e por M. Antonio (61' ) e M. Lanzini (65' ) para o West Ham United. Neste encontro o fator casa poderá ter um papel importante, já que o West Ham United apresenta diferenças significativas nos resultados conquistados em casa e como visitante.

Análise do West Bromwich Albion

Depois de 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota, a equipa da casa está na 9ª posição, tendo conquistado 7 pontos. No último jogo, perdeu com o Brighton & Hove Albion fora por (3‑1), depois de no jogo anterior ter empatado (1‑1) em casa, num jogo contra o Stoke City. Esta é uma equipa que mantém o rendimento quando joga fora do seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 4 vitórias, 4 empates e 7 derrotas como visitante; contra 6 vitórias, 1 empate e 8 derrotas no seu estádio. Nos últimos 10 jogos em casa o West Bromwich Albion regista 2 vitórias, 1 empate e 7 derrotas. O seu ataque tem marcado com regularidade, já que marcou pelo menos um golo em cada um dos últimos 4 jogos para esta competição.


A turma do West Bromwich arranca para esta jornada com uma derrota no terreno do Brighton, por 3-1, totalizando o segundo jogo seguido sem provar o sabor da vitória nesta competição: o único golo da equipa foi assinado por James Morrison. Neste jogo dentro de portas o comandante Tony Pulis deve manter o habitual desenho tático, ou seja, o 4-3-3, privilegiando a posse de bola e os ataques organizados através dos corredores: Jay Rodríguez é muito rápido e competente no transporte da bola para o ataque. Para este jogo o treinador não pode contar com Robson-Kanu, castigado, além de Chadli, lesionado.

Análise do West Ham United

A equipa visitante está atualmente na 18ª posição, com 3 pontos conquistados, depois de 1 vitória e 3 derrotas. No penúltimo jogo, perdeu fora contra o Newcastle United por (3‑0). No último jogo, ganhou em casa contra o Huddersfield Town por (2‑0). Esta é uma equipa mais forte quando joga no seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 2 vitórias, 5 empates e 8 derrotas como visitante; contra 7 vitórias, 2 empates e 6 derrotas no seu estádio. Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o West Ham United ganhou 2, empatou 3 e perdeu 5. A equipa permitiu golos ao adversário em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição, pelo que não tem estado muito forte defensivamente. Nos seus jogos como visitante há uma tendência para haver golos, já que 18 dos seus últimos 27 jogos terminaram com Mais de 2,5 golos.


O conjunto do West Ham arranca para esta jornada completamente motivado depois de ter conquistado uma vitória sobre o Huddersfield, por 2-0, a primeira nesta competição: os golos foram assinados por Obiang e André Ayew. Neste embate frente a um adversário direto, o treinador Slaven Bilic deve manter a equipa em 3-4-3 beneficiando a organização do seu bloco e os contra-ataques, especialmente, através do flanco direito: Michail Antonio é um jogador muito rápido e fortíssimo na transição ofensiva. Apesar da qualidade deste jogador, o jogador que merece destaque devido à sua eficácia na finalização é Chicharito: conta com 2 golos assinados. Para este jogo o treinador não conta com Noble, Lanzini e Henry, todos lesionados.


Previsão:
Tottenham Hotspur e Swansea City enfrentam‑se no Wembley Stadium, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos recentes é favorável à equipa da casa, que regista 6 vitórias e 1 empate nos últimos 7 jogos. O último confronto direto entre estas duas equipas, a 05‑04‑2017, terminou com a vitória do Tottenham Hotspur por (1‑3).

Análise do Tottenham Hotspur

Depois de 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota, a equipa da casa está na 5ª posição, tendo conquistado 7 pontos. No último jogo, ganhou ao Everton fora por (0‑3), depois de no jogo anterior ter empatado (1‑1) em casa, num jogo contra o Burnley. No último jogo que disputou, para a UEFA Champions League, ganhou ao Borussia Dortmund em casa por (3‑1). Nos últimos 10 jogos em casa o Tottenham Hotspur regista 7 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. O seu ataque tem marcado com grande regularidade, já que marcou sempre pelo menos um golo nos últimos 4 jogos para esta competição. Nos seus jogos em casa há uma tendência para haver golos, já que 19 em 29 terminaram com Mais de 2,5 golos no marcador. Em 15 jogos, sofreu o primeiro golo 5 vezes e apenas conseguiu 1 reviravolta. Há 1 período em destaque nos últimos 20 encontros disputados em casa para todas as competições: sofreu 7 dos seus 17 golos entre os minutos (76'‑90').


O Tottenham volta a jogar em casa pelo Campeonato Inglês tentando repetir o mesmo bom futebol que vem mostrando longe dos seus adeptos para conquistar a sua primeira vitória dentro de casa na competição. Jogando em casa, a equipa tem um dos piores percursos do campeonato, sendo que conquistou apenas um dos seis pontos que disputou até então. O seu ataque dentro de casa vem deixando a desejar, tendo marcado somente dois golos em dois jogos. Na última jornada do campeonato nacional, fora de casa, a equipa teve quase 50% de posse de bola, e finalizou mais que o adversário, saindo então com uma bela vitória. Para este jogo, o treinador deve manter a equipa no 4-2-3-1 ou no 3-5-1-1, com destaque para o avansado Kane, que marcou dois golos no último jogo.

Análise do Swansea City

A equipa visitante está atualmente na 15ª posição, com 4 pontos conquistados, depois de 1 vitória, 1 empate e 2 derrotas. No penúltimo jogo, ganhou fora contra o Crystal Palace por (0‑2). No último jogo, perdeu em casa contra o Newcastle United por (0‑1). Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o Swansea City ganhou 5, empatou 4 e perdeu 1. O seu ataque necesita de melhorar, pois não conseguiu concretizar em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição.


O Swansea City entra em campo para o seu quinto jogo nesta edição do Campeonato Inglês tentando engatar a sua segunda vitória consecutiva fora de casa na competição para compensar o péssimo desempenho que vem tendo frente dos seus adeptos, onde ainda não conseguiu pontuar. Jogando fora de casa, a equipa têm feito um bom percurso, visto que conquistou quatro dos seis pontos disputados até ao momento. A sua defesa fora de casa é uma das quatro que ainda não foram batidas, mostrando assim certa consistência neste setor. Na última jornada do campeonato nacional, em casa, mesmo tendo 62% de posse de bola, a equipa finalizou muito pouco e acabou derrotado. Para este jogo, o treinador deve manter a equipa no 3-5-2 ou no 4-3-1-2, com destaque para Ayew no setor ofensivo.




 Previsão:
Chelsea e Arsenal enfrentam‑se no Stamford Bridge, num encontro para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos disputados neste estádio favorece a equipa da casa, que nos últimos 5 jogos ganhou 5. De facto, no último confronto neste estádio, para a Premier League, a 04‑02‑2017, o Chelsea ganhou por (3‑1). Os golos do jogo foram marcados por Marcos Alonso (13' ), E. Hazard (53' ) e Fàbregas (85' ) para o Chelsea e por O. Giroud (90' ) para o Arsenal. Neste encontro o fator casa poderá ter um papel decisivo, pois o Arsenal tem apresentado diferenças de rendimento nos seus jogos em casa e como visitante.

Análise do Chelsea

Depois de 3 vitórias e 1 derrota, a equipa da casa está na 3ª posição, tendo conquistado 9 pontos. No último jogo, ganhou ao Leicester City fora por (1‑2), depois de no jogo anterior ter ganho (2‑0) em casa, num jogo contra o Everton. Esta é uma equipa pouco afetada pelo fator casa, isto é, apresenta resultados semelhantes em casa e fora, já que nos últimos 30 jogos regista 10 vitórias, 3 empates e 2 derrotas como visitante, com 27 golos marcados e 12 sofridos; contra 11 vitórias e 4 derrotas no seu estádio, com 43 golos marcados e 21 sofridos. No último jogo que disputou, para a UEFA Champions League, ganhou ao Qarabağ em casa por (6‑0). Nos últimos 10 jogos em casa o Chelsea regista 7 vitórias e 3 derrotas. A equipa permitiu golos ao adversário em 3 dos últimos 4 jogos, pelo que não tem apresentado grande solidez defensiva, mas o seu ataque tem marcado com grande regularidade, já que marcou sempre pelo menos um golo nos últimos 4 jogos para esta competição. Nos seus jogos em casa há uma tendência para haver golos, já que 21 dos seus últimos 25 jogos terminaram com Mais de 2,5 golos. Em 15 jogos, sofreu o primeiro golo 5 vezes e apenas conseguiu 1 reviravolta.


A equipa do Chelsea está realizando um bom início de percurso dentro da Premier League, e espera melhorar cada vez mais, pois tem o objetivo de conquistar o título da competição. A equipa dispõe de um excelente plantel e uma ótima qualidade técnica, e deverá mostrar isso ao longo de toda a competição. Nesta jornada a equipa terá pela frente um forte adversário, e sabe que para conquistar os três pontos terá que realizar um jogo sem cometer erros e aproveitar as chances de golos que criar. O treinador Antônio Conte deverá levar um esquema tático muito ofensivo para este jogo, pois quer somar os três pontos.

Análise do Arsenal

Depois de 2 vitórias e 2 derrotas, a equipa visitante está na 11ª posição, tendo conquistado 6 pontos. No último jogo, ganhou ao AFC Bournemouth em casa por (3‑0), depois de no jogo anterior ter perdido fora, num jogo contra o Liverpool, por (4‑0). Esta é uma equipa afetada pelo fator casa, mais forte quando joga com o apoio dos seus adeptos, já que nos últimos 30 jogos regista 6 vitórias, 1 empate e 8 derrotas como visitante, com um total de 20 golos marcados e 28 sofridos; contra 10 vitórias, 3 empates e 2 derrotas no seu estádio, com um total de 33 golos marcados e 17 sofridos. A equipa chega a este encontro depois de uma vitória em casa com o Köln por (3‑1). Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o Arsenal ganhou 6 e perdeu 4. A solidez defensiva não tem sido o seu ponto forte, já que sofreu golos em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Em 15 jogos, sofreu o primeiro golo 8 vezes mas conseguiu dar a volta ao resultado em 4. Há 1 período em destaque nos últimos 20 encontros disputados como visitante para todas as competições: sofreu 12 dos seus 34 golos entre os minutos (46'‑60').


A equipa visitante não vem fazendo um bom início de campeonato, prova disso é que está somente na parte intermediária da classificação. Nesta próxima jornada a equipa jogará fora de casa e irá enfrentar um forte candidato ao título, portanto terá que esforçar-se ao máximo para apresentar um ótimo futebol dentro de campo e assim então tentar buscar um bom resultado. O treinador Arsène Wenger deverá usar um estilo de jogo mais cauteloso e buscar explorar os contra-ataques para tentar matar o jogo.




Previsão:
Manchester United e Everton medem forças no Old Trafford, num jogo para a 5ª jornada da Premier League. O historial de confrontos diretos disputados neste estádio favorece a equipa da casa, que nos últimos 6 jogos ganhou 3, empatou 2 e perdeu 1. Contudo, no último confronto neste estádio, para a Premier League, a 04‑04‑2017, o jogo acabou num empate por (1‑1). Os golos do jogo foram marcados por Z. Ibrahimović (90' ) para o Manchester United e por P. Jagielka (22' ) para o Everton. Neste encontro o fator casa poderá ter um papel decisivo, pois o Everton tem apresentado diferenças de rendimento nos seus jogos em casa e como visitante.

Análise do Manchester United

Depois de 3 vitórias e 1 empate, a equipa da casa está na 1ª posição, tendo conquistado 10 pontos. No último jogo, empatou com o Stoke City fora por (2‑2), depois de no jogo anterior ter ganho (2‑0) em casa, num jogo contra o Leicester City. Esta é uma equipa pouco afetada pelo fator casa, isto é, apresenta resultados semelhantes em casa e fora, já que nos últimos 30 jogos regista 7 vitórias, 4 empates e 4 derrotas como visitante, com 24 golos marcados e 13 sofridos; contra 9 vitórias e 6 empates no seu estádio, com 26 golos marcados e 8 sofridos. No último jogo que disputou, para a UEFA Champions League, ganhou ao Basel em casa por (3‑0). Nos últimos 10 jogos em casa o Manchester United regista 8 vitórias e 2 empates. 


Para esta competição, não perdeu nenhum dos últimos 4 jogos. A defesa tem estado em bom plano e apenas sofreu golos em 1 dos últimos 4 jogos, e o seu ataque tem marcado com grande regularidade, já que marcou sempre pelo menos um golo nos últimos 4 jogos para esta competição. Em 15 jogos, sofreu o primeiro golo 4 vezes e apenas conseguiu 1 reviravolta.



O Manchester United vai fazer neste jogo o seu quadragésimo nono jogo no ano de 2017, que marca o seu terceiro jogo frente dos seus adeptos nesta edição do Campeonato Inglês, tentando manter o ótimo desempenho que vem apresentando para engatar a sua terceira vitória em casa e continuar com 100% de aproveitamento. A equipa vive um grande momento neste início de temporada, já que, levando em conta todas as competições que disputa e também amistosos, venceu dez dos últimos treze jogos, tendo deixado de marcar golos em apenas um deles. O seu último confronto foi pela Liga dos Campeões da UEFA, quando goleou o Basel por 3x0. Para este jogo, o treinador deve manter a equipa no 4-2-3-1 ou no 4-3-3, com destaque para Lukaku no setor ofensivo.

Análise do Everton

A equipa visitante está atualmente na 16ª posição, com 4 pontos conquistados, depois de 1 vitória, 1 empate e 2 derrotas. No penúltimo jogo, perdeu fora contra o Chelsea por (2‑0). No último jogo, perdeu em casa contra o Tottenham Hotspur por (0‑3). Esta é uma equipa mais forte quando joga no seu estádio, pois nos últimos 30 jogos regista 3 vitórias, 6 empates e 6 derrotas como visitante; contra 11 vitórias, 1 empate e 3 derrotas no seu estádio. A equipa chega a este encontro depois de uma derrota fora com o Atalanta por (3‑0). Nos últimos 10 jogos disputados fora para todas as competições, o Everton ganhou 3, empatou 3 e perdeu 4. A solidez defensiva não tem sido o seu ponto forte, já que sofreu golos em 3 dos últimos 4 jogos para esta competição. Há 1 período em destaque nos últimos 6 encontros disputados como visitante para todas as competições: sofreu 4 dos seus 7 golos entre os minutos (31'‑45').


O Everton entra em campo para o seu trigésimo quarto jogo neste ano, que marca o seu terceiro jogo fora de casa nesta edição do Campeonato Inglês, precisando muito reencontrar o caminho da vitória para tentar amenizar o momento não muito bom que vive na competição, já que vem de duas derrotas consecutivas. No entanto, a equipa não vive um momento mau neste início de temporada, sendo que, considerando todas as competições que disputa e também amistosos, venceu seis dos últimos treze jogos. Na última jornada do campeonato nacional, a equipa teve até mais posse de bola, porém finalizou menos e não conseguiu conter o ataque do Tottenham, sendo goleado em casa. Para este jogo, o treinador deve manter a equipa no 4-2-3-1, com destaque para o guarda redes Pickford.



Enviar um comentário